Notícias

Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, estão próximos de resolver um problema comum nas pesquisas com células-tronco: como saber se elas vão conseguir se desenvolver com sucesso? Para isso, os pesquisadores encontraram um indicador que prevê quais lotes de células vão se tornar tecidos saudáveis e quais podem vir a formar tumores.

O trabalho saiu em um artigo publicado na edição de setembro do jornal científico Cell Stem Cell, especializado no assunto. Realizada em camundongos, a experiência mostra grande importância para o futuro da medicina, uma vez que o uso clínico das células-tronco sempre é acompanhado por muitos questionamentos.

Graças a uma proteína chamada histona, que ajuda a “empacotar” o DNA, a pesquisa aponta para um destino dessas células. “Temos um marcador molecular de confiança que pode nos dizer qual é uma boa célula-tronco e qual é uma ruim. A tendência é elevar o nível e a qualidade da pesquisa para que possamos pensar em usar essas células na prática médica”, afirmou coordenador do Centro de Pesquisas em Célula-Tronco da Yale, Andrew Xiao.

O estudo é financiado pela Universidade e pela Fundação Connecticut de Células-Tronco e liderado pelo cientista Tao Wu. É possível conferir o trabalho diretamente no site do jornal Cell Stem Cell, através deste link. 

Fonte: ClicRBS

Deixe uma resposta

Translate »