Notícias

É de conhecimento popular que uma doença como a diabetes pode apresentar sintomas bastante diferentes do que a simples não eliminação do excesso de açúcar no sangue. Pacientes podem apresentar complicações que podem levar à cegueira e à redução de sensibilidade nos pés. O que muitas pessoas não sabem é que a diabetes é capaz de tornar mais frágil a estrutura óssea, além de aumentar o tempo de recuperação para tais lesões.

 

Uma pesquisa realizada na Universidade nacional de Galway, na Irlanda, e liderada pela pesquisadora Dr. Cynthia Coleman busca aproveitar as propriedades reparadoras das células-tronco para melhorar a recuperação de lesões ósseas em diabéticos. Os pesquisadores transplantaram células-tronco humanas  da medula óssea de um doador sem diabetes a um osso fraturado em um estudo pré-clinico. Eles observaram uma melhora na cicatrização da fratura dos ossos que foram tratados comas células-tronco quando comparados com aqueles que não receberam este tratamento. Além disso, os ossos recuperados com a utilização de células-tronco mostraram-se mais resistentes do que aqueles do grupo de controle.

 

Segundo os resultados alcançados pela Dra Coleman, as células-tronco implantadas não realizam toda a recuperação sozinhas, mas, sim, incentivam as células do local a auxiliar na recuperação, produzindo sinais que encorajam essas células a curar com maior eficiência a lesão. “Esse estudo básico nos ajuda a compreender melhor o papel das células-tronco na reparação de fraturas e o seu uso potencial  em tratamento de pacientes com diabetes”, afirmou a pesquisadora.
Fonte: Science Daily 

Deixe uma resposta

Translate »