Notícias

A citometria de fluxo é uma técnica analítica robusta que rapidamente se tornou uma das técnicas analíticas padrão usadas na pesquisa médica. Este artigo irá discutir o uso da citometria de fluxo no diagnóstico de doenças.

O que é citometria de fluxo?

A citometria de fluxo permite a análise de células individuais em uma população. Esta técnica é análoga à microscopia, mas em vez de produzir uma imagem, um citômetro de fluxo fornece quantificação automática de parâmetros ópticos definidos da célula ou população de células em estudo. A citometria de fluxo fornece informações sobre processos biológicos, incluindo apoptose e aderência celular, bem como análise cromossômica e informações sobre o número e o tamanho das células.

Células individuais são passadas pelo citômetro de fluxo em uma maneira de alto rendimento e todo o processo funciona de acordo com os princípios da dinâmica dos fluidos. As células individuais fluem por uma célula de fluxo (ou tubo) passando por um laser (ou múltiplos lasers) e as células são então analisadas por um software de computador especializado para parâmetros de fluorescência definidos e dispersão de luz visível.

A citometria de fluxo é uma técnica incrivelmente versátil e muitas variantes diferentes da técnica foram desenvolvidas nos últimos anos. Provou ser uma ferramenta analítica de valor inestimável no campo do diagnóstico de doenças. Um grande número de células pode ser analisado em questão de minutos, conferindo vantagens para o estudo em relação a outros métodos de análise.

Usando fluorescência para análise

A citometria de fluxo usa marcadores fluorescentes para identificar e analisar os componentes celulares. Esses incluem:

  • DNA
  • RNA
  • Proteínas
  • Moléculas de sinalização celular

A luz emitida em cada célula pode então ser detectada pelo citômetro de fluxo e a quantidade relativa de cada componente pode ser medida devido à sua intensidade. Este é um procedimento crucial para o diagnóstico e prognóstico da doença. É conhecido como imunofenotipagem. As cores de mais fluoróforo que um citômetro de fluxo pode detectar permitem a análise de mais componentes de uma maneira multiparâmetros.

Aplicações da citometria de fluxo no diagnóstico e prognóstico de doenças

Muitos tipos diversos de citometria de fluxo têm sido usados ​​no diagnóstico e prognóstico de doenças, como a citometria de fluxo convencional e a citometria de fluxo de imagem. Devido ao constante aprimoramento e padronização de equipamentos e técnicas, os citômetros de fluxo passaram a ser utilizados rotineiramente em estudos diagnósticos, principalmente de doenças hematológicas.

A citometria de fluxo é usada para realizar as seguintes tarefas que são importantes para o diagnóstico de doenças:

  • Contagens de células sanguíneas
  • Observando diferentes tipos de leucócitos em uma amostra
  • Classifique as células T para determinar como sua função foi afetada por uma infecção
  • Determine o conteúdo total de DNA nas células ao realizar biópsias tumorais na pesquisa do câncer
  • Estudo do efeito de doenças infecciosas em células individuais com classificação de células
  • Detecção de micróbios patogênicos em amostras biológicas e ambientais
  • Detecção de células de doença residuais mínimas em fluidos corporais.

Em uma aplicação notável, a citometria de fluxo foi usada para identificar o número de linfócitos T CD4 + vs. CD8 + em amostras de sangue para pesquisa de HIV. Isso é usado para determinar se a infecção progrediu para AIDS e quão eficaz é a medicação anti-HIV.

A citometria de fluxo rapidamente se tornou uma técnica essencial no diagnóstico de doenças. Isso porque é um método simples e rápido de estudo e diagnóstico, identificando a propagação da doença no corpo e informando estratégias de tratamento eficazes.

Vantagens específicas da citometria de fluxo para diagnóstico de doenças e saúde pública

A citometria de fluxo confere várias vantagens específicas para o diagnóstico de doenças e, portanto, para a pesquisa em saúde pública. Esses incluem:

  • Precisão – as medições são feitas no nível da célula individual e fornecem um nível de precisão não encontrado nos métodos de análise em massa. A alta sensibilidade é alcançável devido à capacidade de resolver sinais fluorescentes e analisar os dados com pequenos volumes de amostra.
  • Versatilidade – a citometria de fluxo é uma técnica incrivelmente versátil. Novos corantes e reagentes fluorescentes estão continuamente sendo desenvolvidos, e tecnologias inovadoras, como os pontos quânticos, foram integradas à pesquisa de citometria de fluxo. Os citômetros de fluxo podem fornecer dados úteis sobre lipídios, ácidos nucleicos e proteínas, bem como caracterizar a suscetibilidade da célula hospedeira e a resposta imune, bem como identificar patógenos.
  • Análise robusta – grandes quantidades de dados podem ser coletadas rapidamente devido à natureza robusta e de alto rendimento da citometria de fluxo.

Os resultados de saúde pública, especialmente em surtos de doenças, podem ser melhorados com o uso da citometria de fluxo. Os aplicativos incluem:

  • Monitoramento da resposta imunológica de pacientes infectados.
  • Análise de danos aos hospedeiros e proliferação de patógenos dentro do corpo.
  • Fornecimento de monitoramento ambiental para detectar rapidamente ameaças emergentes.

Uma técnica de diagnóstico robusta e preparada para o futuro

Embora existam outras técnicas analíticas em uso comum para o diagnóstico de doenças, a natureza robusta, precisa e versátil da citometria de fluxo significa que é improvável que se torne obsoleta tão cedo. A sofisticação e a precisão crescentes dos citômetros de fluxo, o uso de novos corantes fluorescentes e alternativas e a introdução de novas técnicas de citometria de fluxo tornam a técnica à prova de futuro.

Além disso, o desenvolvimento de softwares mais sofisticados e a aplicação do aprendizado de máquina à técnica fazem com que o potencial desta técnica analítica seja vasto. A citometria de fluxo permanece na vanguarda do diagnóstico e da pesquisa de doenças, fornecendo dados que ajudam os médicos a fornecer melhores resultados para os pacientes.

Texto retirado de News Medical.
Foto de Martin Lopez no Pexel

Deixe uma resposta

Translate »