Notícias

Células Tronco Hematopoiéticas

As CTH são obtidas apenas através do sangue do cordão umbilical e da porção sanguínea da medula óssea. Estas células, embora ainda consideradas células tronco, já apresentam um certo comprometimento com a linhagem sanguínea, ou seja, são células que só podem se diferenciar em células presentes no sangue. Por exemplo, uma célula tronco hematopoiética é considerada um precursor comum de todas as células que compõem a linhagem sanguínea (leucócitos, plaquetas, hemácias, etc.), podendo dar origem a todas elas, porém não apresentam potencial de se diferenciar em outros tipos celulares.

 

Fonte: Grupo Brasileiro de Citrometria de Fluxo

O potencial terapêutico das células-tronco hematopoiéticas

Cientistas ao redor do mundo se juntaram aos pesquisadores japoneses em Tokyo no dia 9 de setembro de 2017 para aprender sobre os últimos desenvolvimentos no uso de células-tronco conhecidas como CD34 positivas (CD34+) para tratar uma variedade de condições clínicas que afetam o coração, cérebro, vasos sanguíneos, osso e fígado. O simpósio internacional foi organizado pelo Translational Research Informatics Center (TRI) como parte da World Centenarian Initiative.

 

Atsuhiko Kawamoto, vice diretor da TRI, destacou que as células CD34+ – descobertas por Takayuki Asahara e colegas da Tufts University School of Medicina, EUA, em 1997 – são células-tronco vasculares que são produzidas na medula óssea e expressam a proteína CD34 na sua superfície. Estas células podem se desenvolver em uma gama de diferentes células. Tendo demonstrado grande potencial em estudos animais, elas estão agora em estágio de ensaio clínico. Algumas terapias estão inclusive perto de serem aprovadas por agências regulatórias globais.

 

Três temas surgiram fortemente no simpósio. O primeiro foi a natureza inovadora da terapia com células CD34+. Os palestrantes descreveram avanços como “revolucionários” e “transformadores”. Muitos dos ensaios clínicos foram realizados em pacientes que ficaram sem opções porque não respondiam aos tratamentos convencionais. O segundo aspecto foi a diversidade de doenças e desordens que podem potencialmente ser tratadas com a terapia de CD34+. Pacientes com condições que aparentemente não haviam nada em comum – doença cardíaca crônica, cirrose, fraturas e isquemias críticas em membros – responderam bem ao tratamento com células-tronco. O terceiro aspecto foi o interesse global na área – palestrantes dos EUA, Eslovenia, Alemanha, Reino Unido, Russia e Japão.

 

O simpósio foi dividido em três sessões. A primeira foi no uso de CD34+ para tratar doenças cardíacas e cerebrais. Douglas Losordo da Caladrius Bioscience, nos Estados Unidos, revisou os últimos 20 anos as terapias com CD34+ para reparação de isquemia em tecidos. Após um ensaio clínico envolvendo mais de 700 pacientes, ele encorajou banqueiros a fazer grandes investimentos no tratamento revolucionário. Bojan Vrtovec da Ljubljana University Medical Centre na Eslovenia, um pioneiro no tratamento para insuficiência cardíaca, discutiu a melhora significante nas taxas de sobrevida observadas quando a terapia celular de CD34+ foi utilizada para tratar insuficiência cardíaca crônica em mais de 300 pacientes. Gustav Steinhoff da Rostock Medical University na Alemanha, falou sobre os resultados do ensaio clínico de outras células-tronco – CD133 – na regeneração cardíaca. O grupo dele descobriu que a resposta de um paciente ao tratamento não dependia na administração artificial de células-tronco, mas sim da possibilidade das células-tronco do próprio paciente estarem na sua corrente sanguínea.

 

Esses resultados levantam uma gama de questões sobre os papéis das células-tronco. Soma Banerjee do Imperial College Healthcare NHS Trust no Reino Unido, destacou a grande carga que é o AVC isquêmico, e o potencial das células CD34+ te aumentarem os mecanismos naturais do corpo.

 

A segunda sessão focava nas doenças de artérias periféricas no qual as artérias ficam entupidas. Sua manifestação severa – conhecida como isquemia dos membros – tem tido baixa taxa de sobrevida, com mais de 50% dos pacientes morrendo nos cinco anos seguintes após o diagnóstico. Três palestrantes – Kawamoto do TRI, Shuzo Kobayashi do Shonan Kamakura General Hospital no Japão, e Andrei Kalinin do Central Clinical Hospital in Russia – falaram sobre os benefícios das células CD34+ ou células-tronco do tecido adiposo para tratar isquemias crônicas dos membros observadas em ensaios clínicos, o que incluiu melhora no fluxo sanguíneo, maior pressão sanguínea nos dedos dos pés, caminhadas em maiores distâncias, redução de ulceras e até mesmo a sua cura total.

 

A terceira sessão foi no uso das células CD34+ para regenerar tecido. Toru Nakamura da Kurume University School of Medicine apresentou resultados que demonstraram que a terapia com as células CD34+ podem, de forma segura, diminuir a deterioração associada à cirrose, enquanto Tomoyuki Matsumoto da Kobe University School of Medicine explicou como as injeções de células CD34+ podem ajudar a curar fraturas em casos em que não se responde à cirurgia.

 

O diretor da TRI, Masanori Fukushima, notou que ensaios clínicos bem desenhados são críticos em revelar o potencial das células CD34+. Os ensaios clínicos apresentados no simpósio apontaram para um futuro brilhante no qual terapias inovadoras para uma gama de condições clínicas se tornará disponível. É certamente uma época excitante para estar se trabalhando neste campo da ciência.

 

Notícia traduzida do portal: https://advances.tri-kobe.org/en/feature/16/stem-cell-therapies-demonstrating-their-potential

REFERÊNCIAS:
Regenera Stem Cells
Grupo Brasileiro de Citometria de Fluxo

1 comentário
NitroPro Build  
10 de junho de 2018 at 03:07

What i do not realize is in reality how you
are now not really much more smartly-liked than you may be right now.
You’re so intelligent. You recognize therefore considerably in relation to this subject, made me individually consider it from
numerous varied angles. Its like women and men aren’t interested until it’s one
thing to accomplish with Woman gaga! Your personal stuffs outstanding.

Always take care of it up! http://raunitschke.eu/index.php?title=Benutzer:UlrikeAleman

Deixe uma resposta