Notícias

No dia 12 de fevereiro, a revista Nature  (vol. 518, issue 7538) publicou um artigo sobre o uso de células-tronco para recuperar lesão cerebral em ratos que passaram por radiação. O IPCT traz para os pesquisadores um resumo do texto.

Células derivadas de células-tronco humanas repararam dano cerebral em ratos que passaram por radiação, sugerindo uma nova terapia para sobreviventes de câncer cerebral. Tratamentos de câncer cerebral com radiação podem prejudicar a memória, capacidade de atenção e aprendizagem. Viviane Tabar do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, em Nova Iorque, e seus colegas utilizaram células-tronco embrionárias diferenciando-as em células que formam os oligodentrócitos, produtores de bainha de mielina, acelerando a velocidade dos impulsos elétricos. O grupo injetou essas células no cérebro de ratos que foram expostos à radiação. Os animais superaram os ratos que não receberam as células em tarefas de aprendizado e memória, além de igualar resultados daqueles que não receberam nenhum tipo de tratamento. Análises do tecido nervoso desses ratos mostraram que as células transplantadas produziram bainhas de mielina em diversas partes do cérebro.

Para ter acesso ao texto completo, visite o site da Revista neste link. 

 

 

Deixe uma resposta

Translate »