Notícias

Encontro ocorreu nesta sexta, 21, no Laboratório de Células-Tronco

Na tarde desta sexta-feira, 21 de outubro, a vice-reitora Patrícia Pranke recebeu um grupo de pesquisadores internacionais no Laboratório de Células-Tronco, no antigo prédio do Instituto de Ciências Básicas da Saúde (ICBS), situado no Campus Centro.

Integravam o grupo Rosa Santoni, diretora do Centro de Tecnologia Internacional, e Kyle Gustafson, diretor-científico do Escritório de Pesquisa Naval dos EUA – em inglês “Office of Naval Research Global” (ONRG), organização pertencente ao Departamento da Marinha dos Estados Unidos que objetiva planejar, financiar e incentivar a pesquisa científica. Como parte de suas funções, os representantes dos escritórios visitam instituições científicas do Brasil para divulgar as oportunidades de fomento.

Na UFRGS, o ONRG está fomentando um estudo coordenado pela professora Patricia Pranke junto à Faculdade de Farmácia e ao PPG em Fisiologia do ICBS, intitulado “Desenvolvimento de Biomateriais para a Regeneração Óssea e Cutânea”. A pesquisa tem por propósito desenvolver dispositivos médicos para o tratamento de feridas na pele e ossos. Os materiais são produzidos por técnicas como bioimpressão 3D e nanotecnologia e utilização de células-tronco.

Outro projeto de pesquisa que recebe investimento da instituição estadunidense intitula-se “Explorando técnicas de tolerância a falhas em redes neurais para aplicações de alta confiabilidade em sistemas programáveis”, e é coordenado pela professora Fernanda Lima Kastensmidt, do Instituto de Informática da UFRGS. A iniciativa propõe a investigação da vulnerabilidade dos novos dispositivos lógicos programáveis ​​(APSoC) fabricados nas tecnologias Mosfet e Finfet a falhas de radiação em aplicações relacionadas à Inteligência Artificial (IA) implementadas como redes neurais.

O professor do Instituto de Matemática e Estatística e do Centro de Estudos de Geologia Costeira e Oceânica da UFRGS Leandro Farina é o principal investigador de outro projeto financiado pela ONRG, intitulado “Aperfeiçoamento de sistemas de previsão de ondas por ensemble” no qual métodos matemáticos e algoritmos de deep learning são desenvolvidos para a previsão de ondas oceânicas. O trabalho tem aplicação em estudos climáticos e em engenharia naval, em particular para a extração de energia renovável marítima.

Por fim, o projeto de pesquisa “Detecção e Extração de Superfícies a partir de Nuvens de Pontos Não Estruturados”, coordenado pelo professor Manuel Menezes de Oliveira Neto, do Instituto de Informática da UFRGS, desenvolveu técnicas e ferramentas de software que objetivam a obtenção semiautomática de modelos de CAD para instalações reais a partir de nuvens de pontos obtidas por meio da digitalização dessas instalações usando scanners 3D.

Com essas iniciativas, conforme a vice-reitora, a Universidade integra-se cada vez mais aos esforços internacionais de cooperação acadêmica.

Artigo Retirado da UFRGS

Comments are closed.

Translate »