Notícias

O estudo “Viabilidade clínica de células-tronco mesenquimais derivadas de cordão umbilical no tratamento de esclerose múltipla” foi publicado no Journal of Translational Medicine.

Embora os tratamentos atuais para esclerose múltipla sejam capazes de reduzir a frequência de relapses e diminuir a progressão da doença, eles não são capazes de reparar os danos causados às células nervosas ou à bainha de mielina, a camada protetora ao redor das fibras nervosas.

As células-tronco mesenquimais são células adultas encontradas em muitos tecidos, como cordão umbilical, medula óssea e gordura corporal. Essas células são capazes de se transformar em ossos, cartilagens, músculos e células do tecido adiposo.

As células mesenquimais podem inibir alterações mediadas pelo sistema imune. Em particular, as células mesenquimais derivadas do cordão umbilical possuem uma alta habilidade de crescer e se multiplicar, aumentando a produção de fatores de crescimento, além de possuírem uma atividade terapêutica superior comparada à outras células mesenquimais.

Diversos estudos clínicos demonstraram que as células mesenquimais podem ser seguras ao tratar certas condições imunes e inflamatórias, incluindo esclerose múltipla; Os pesquisadores anteriormente demonstraram que as células-tronco mesenquimais podem também melhorar as funções cognitivas e motoras.

Estudo recentes com células-tronco mesenquimais da placenta ou cordão umbilical demonstraram efeitos adversos de baixo a moderado, além de melhorar o nível de deficiência dos pacientes;

Os pesquisadores do Steam Cell Institute no Panamá completaram a fase 1/2 de um estudo clínico (NCT02034188) para testar a eficiência e segurança de células-tronco mesenquimais para o tratamento de esclerose múltipla.

A pesquisa incluiu 20 pacientes com esclerose múltipla, com idade média de 41 anos, onde 60% eram mulheres. 15 participantes possuíam ES recorrente-reminente, 4 possuíam ES progressiva primária e 1 possuída ES progressiva secundária. A doença dos pacientes já possuía uma duração de uma média de 7.7 anos. Os participantes então receberam sete infusões intravenosas de 20×106 células-tronco do cordão umbilical, ao longo dos setes dias. A efetividade do tratamento foi avalidada no começo, um mês após e um ano após o tratamento.

Os testes incluem a avaliação das lesões cerebrais com ressonância magnética e a incapacidade do paciente baseado na Escala Expandida do Estado de Incapacidade de Kurtzke (EDSS) , como também testes para avaliar funções neurológicas, função motora, mobilidade e qualidade de vida.

Os pacientes não reportaram nenhum efeito adverso severo. Segundo os autores, a maioria dos efeitos adversos foram leves, possivelmente relacionados ao tratamento com infusão de células-tronco, onde dores de cabeça são comuns, além da fatiga, que também é comum em pacientes com esclerose múltipla.

As melhorias foram mais evidenciadas após um mês de tratamento, a saber ao nível das incapacidades causadas pela doença, função motora da mão não-dominante e tempo moderado de caminhada, assim como melhorias na bexiga, intestino e disfunção sexual. Os pacientes também reportaram um aumento na qualidade de vida;

A ressonância magnética demonstrou, um ano após o tratamento, lesões inativadas em 15 dos 18 pacientes avaliados. Um dos pacientes demonstrou quase a eliminação completa das lesões no cérebro, o que foi “particularmente um achado encorajador”, segundo os autores.

Ao final do período de um ano, as melhorias nos níveis de incapacidade estavam também presentes, o que pode-se entender como um aumento na habilidade em caminhar e trabalhar sem assistência.

“Os benefícios duravéis das células-tronco mesenquimais em um mês, sustentados em até um ano, é um contraste forte às atuais terapias medicamentosas para ES, que necessitam ser tomadas diariamente ou semanalmente” escreveram os autores.
A segurança do tratamento é outra vantagem nas terapias com células-tronco mesenquimais, segundo os pesquisadores. Eles concluíram que “O tratamento com células-tronco mesenquimais derivadas da medula óssea por infusão intravenosa é seguro, e o potencial terapêutico e benefícios devem ser mais investigados.”

Texto traduzido da publicação https://multiplesclerosisnewstoday.com/…/umbilical-cord-st…/

Link para acesso ao artigo: https://translational-medicine.biomedcentral.com/…/s12967-0…

2 Comments
treatment for erectile dysfunction  
17 de abril de 2018 at 23:55

Interesting post made here. One thing I would like to say is always that most professional job areas consider the Bachelors Degree like thejust like the entry level standard for an online college diploma. While Associate College diplomas are a great way to begin, completing your own Bachelors opens many entrance doors to various jobs, there are numerous on-line Bachelor Course Programs available by institutions like The University of Phoenix, Intercontinental University Online and Kaplan. Another concern is that many brick and mortar institutions offer Online editions of their qualifications but normally for a drastically higher cost than the companies that specialize in online course programs.

erectile pills  
18 de abril de 2018 at 18:13

Very good advice. Thanks a lot.

Deixe uma resposta